Notícias

Festival Sesc de Inverno 2023 apresenta extensa programação de teatro e dança para toda a família

Maior evento cultural multilinguagem do país acontece de 15 a 30 de julho em diversas localidades do estado do Rio de Janeiro

A 21ª edição do Festival Sesc de Inverno está a pleno vapor e segue até 30 de julho com espetáculos de dança e teatro de alta qualidade a preços populares ou com entrada gratuita. O evento, que acontece em 17 localidades do estado do Rio, conta com o apoio das prefeituras e sindicatos varejistas locais e tem como tema “Entrelaçar”, um conceito inspirado no movimento original da natureza.

Um dos destaques do roteiro teatral é o premiado “Encontro romântico binaural”, da companhia britânica ZU-UK. Ao longo da peça, público recebe instruções de áudio com o objetivo estimular o imaginário e fortalecer a troca entre os parceiros. Tudo acontece em um cenário que simula um restaurante. Além da narração por dispositivos eletrônicos, o espetáculo conta com a intervenção do ator James Turpin que, no papel do garçom, propõe atividades para quebrar a tensão entre os pares.

O monólogo “O pior de mim”, escrito e estrelado por Maitê Proença, também faz parte da programação. No espetáculo, que vem de três temporadas de sucesso on-line e apresentações presenciais, a atriz revisita histórias de sua tragédia familiar e se debruça sobre crises e inseguranças pessoais para escancarar o caráter frágil da existência humana.

Outra atração é “A lista”, com Lília Cabral e a filha Giulia Bertoli. Criada em maio de 2020, durante a pandemia, a peça nasceu com o intuito de ajudar os profissionais da área teatral que ficaram sem trabalhar devido ao isolamento social. Apresentações on-line conquistaram mais de 170 mil espectadores. As presenciais, já no ano seguinte, reuniram um público de mais de mil pessoas no Rio de Janeiro, em Belo Horizonte e em Porto Alegre. O espetáculo é uma crônica sobre o Brasil e mostra um encontro de gerações, com duas mulheres de histórias, culturas e classes sociais diferentes, capazes de achar pontos de convergências em suas vidas.

A programação teatral reúne ainda as peças “Eu de você”, com Denise Fraga; “Na palma da mão”, com Tay O’Hanna, Verônica Bonfim e Sérgio Kauffmann, sobre a vida e a obra da cantora Leci Brandão; e “Eu amarelo”, com Cyda Moreno, sobre a trajetória da escritora Maria Carolina de Jesus”, entre outras. Para o público infantil, a sugestão é o espetáculo “Bichos vermelhos”. As cidades de Teresópolis, Petrópolis, Friburgo, Valença e Três Rios recebem as atrações.

Quem é apaixonado por dança tem a oportunidade de ver belos espetáculos. Um deles é o protagonizado pelo Gumboot Dance Brasil. Trata-se de uma dança sul-africana em que os bailarinos utilizam botas de borracha para produzir sons enquanto executam coreografias batendo com os pés e as mãos. O resultado é uma comunicação potente e poética, cujo ritmo é marcado pela batida nas botas e pelas canções. O grupo é destaque na cena brasileira por ser o único no país a trabalhar esta dança. Através de sua pesquisa, ele convida o público a uma viagem à África do século XIX ao mesmo tempo em que se conecta com as atuais desigualdades sociais com as quais convivemos.

Já o Ballet Stagium, de São Paulo, apresenta “Memória” e “O canto da minha terra”. No primeiro, o grupo resgata algumas propostas de sua produção artística ao longo de 50 anos. No segundo, se debruça sobre a música de Ary Barroso. A programação reúne, ainda, os espetáculos “Efeito colateral” e “Couraça”, além de uma Batalha de Ritmos entre os grupos Imperadores da Dança e a GW Cia de Dança.

As apresentações ocorrerão nos municípios de Rio das Ostras, Grussaí, Barra de São João, Sana, Casimiro de Abreu, Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo e Três Rios. A programação regional completa do Festival Sesc de Inverno pode ser conferida em festivalsescdeinverno.com.br